sábado, novembro 12, 2005

POIS, POIS
Um quarto das grávidas bebe
Aliás, muitas delas – geralmente no grupo etário 18-25 – estão grávidas por isso mesmo.
WALDORF

16 comments:

Blogger Organic Matter said...

e já que a bebida levou ao milagre da vida, mais vale prestar-lhe homenagem e continuar a beber :)

1:30 da tarde  
Blogger heidy said...

Nada é tão linear...

4:04 da tarde  
Anonymous Tom Alah said...

A heidy tem razão: uma barriga de grávida é muito mais para o convexo do que para o linear...

4:18 da tarde  
Blogger Animal said...

e a última coisa que alguém que tenha bebido consegue fazer é um percurso linear... é mais aos ziguezagues...

4:28 da tarde  
Blogger Cruzeiro said...

O consumo de alcool na nossa sociedade é cada vez mais elevado, e cada vez começa a ser consumido em idades mais baixas, basta ir aos bares para ver miudos de 14 e 15 anos de cerveja na mão...

8:52 da tarde  
Anonymous Hawkman said...

E na faixa etária seguinte, ficam grávidas por causa da diminuiçao da práctica sexual frequente...

9:02 da tarde  
Anonymous Hawkman said...

(Mas tambem ainda pela bebida...XD)

9:03 da tarde  
Blogger Dinada said...

Ó Cruzeiro(a), não sei que idade tens mas eu, quarentinha assumida, lembro-me bem dos meus 14, 15 anos. Por acaso não bebia, era mais dada aos desportos competitivos que não me deixavam tempo para grandes asneiras. Mas lembro-me bem dos meus amigos dessa idade e todos andavam de cerveja na mão (e mais das vezes mesmo na boca).

Hoje é mais preocupante porque não é de cerveja que se enchem os copos desses meninos. É de misturas explosivas, quanto mais alcoólicas melhor...

Quanto ao poste, Waldorf, tão cáustico quanto verdadeiro!

12:00 da tarde  
Blogger Cruzeiro said...

Dinada, eu estou na casa dos trinta e sete...:-)
Eu tbem não era dada a bebidas alcoolicas nessa idade, tbem era mais dada ás praticas desportivas, mas nessa altura não me recordo de ver os meus amigos dessa idade a chegarem a casa bebados ás 06 da manhã, nessa altura as saidas nocturnos eram mais dificultadas do que são hoje, a idade das saidas nocturnas começava um bocadito mais tarde...concordo ctg quando dizes que hoje em dia as misturas são bem mais explosivas e bem mais perigosas...

4:24 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Vejam lá isto!
T´t tudo muito escandalisado prq uns teenagers andEm aí plas ruas cumas bjecas na mão.
Nos anos sessenta ali por aquele distrito de leiria os cachopo(a)s iam prá escola(primária) matabichados com uns cálice-zitos de aguardente e não ficaram gr´vido(a)s
Tá o mundo roto!, como se dizia naquela época.
Quintas

6:56 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

gr´vido(a)s= grávido(a)s
quersedzer
Quintas

6:58 da tarde  
Blogger heidy said...

olham lá, mas o alccol sempre esteve nos nossos hábitos. Não percebo qual o espanto! A grande diferença, está no facto de se falar!!!

1:01 da manhã  
Anonymous bicho said...

Não podemos combater tudo, pá! Ou bem que combatemos o consumo do álcool ou bem que combatemos a queda da taxa de natalidade...

4:12 da tarde  
Blogger heidy said...

:) Bela conexão! Nem os nossos avós se lembraram dessa desculpa! Este animal é um génio...

8:48 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Keep up the good work
» » »

1:50 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Excellent, love it! » » »

6:50 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home