terça-feira, dezembro 20, 2005

21 comments:

Blogger Sílvia said...

Claro! Não querem ter funcionários com mais habilitações que eles...
É a mentalidade mesquinha do típico empresário português. O mesmo empresário que não tem qualquer problema de consciência em deixar os funcionários sem subsídio de Natal (quando não têm meses de salários atrasados!), enquanto ele vai a correr comprar um ferrari logo que sai um modelo novo.

10:02 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Mas se esses gaijos são assim tão finos porque é que não abrem a chafarica deles ali mm à frente do tipo dos ferraris para lhe mostrar como se faz... Ou estamos só no terreno dos treinadores de bancada? :-)

10:30 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

E tem toda a razão o líder da UGT (estou à vontade, porque me estou a borrifar para ele; mas a verdade é essa). Sabes que a maioria esmagadora dos "empresários" (merceeiros?) portugueses tem apenas... o 9.º ano?!

11:25 da tarde  
Anonymous Zé Xico said...

Se explicares qual é a parte que não percebes, caro Waldorf, certamente haverá quem te faça um desenho...

1:31 da manhã  
Anonymous Chris said...

Feliz Natal!

3:36 da manhã  
Blogger Espanhol said...

realmente é caso para dizer: "importa-se de repetir?"

4:06 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

E tem toda a razão !!!. Deve é incluir ( e concluir) na analise, os representantes de alguns sindicatos...

7:59 da manhã  
Anonymous pit bull said...

WALDORF,ceio que entras-te num terreno levado da bréca!Tens sorte nâo ser a Italia de Berlusconi,mesmo assim .És corajoso, três aves marias ,e dois padre nossos, e voltas ao rebanho.ALELUIA

8:36 da manhã  
Blogger piscoiso said...

Já a minha tia Aldora, que tem a quarta classe mas sabe fazer filhós, anda à procura de uma criada de económicas.

10:27 da manhã  
Blogger Eric Blair said...

Pá, não morro de amores pelo J. Proença, mas o gajo tem razão.
Desta vez foi um post falhado (alguma vez tinha que ser)

11:48 da manhã  
Blogger Eric Blair said...

Pá, agora é que vi ali o teu bitaite na posta mais abaixo, e então o meu palpite fica a parecer um ressabianço.
Declaração: Não é.

11:53 da manhã  
Blogger Freddy said...

Só de imaginar as entrevistas de emprego até choro...

Abraço da Zona Franca

12:19 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

É o que faz o funcionário ter mais estudos que o boss....havia um que andava a por a mão na massa$$$ do boss, o boss soube...rua ,noticia nos pasquins... fulano sai da firma A,para a B,ganda promoção etc, etc...anos mais tarde o tipo alcançou o topo, mas mesmo o topo dessa empresa,e pasme-se até ministro teve para ser...
Ass-.promecanito

12:29 da tarde  
Blogger WALDORF said...

A minha tia Sardanisca também não dá boleia a quem sabe conduzir melhor que ela!

12:36 da tarde  
Blogger WALDORF said...

1. Um empresário (a sério) só quer uma coisa: que a relação custo/proveito lhe seja favorável. Se o funcionário ganhar 5 mil euros/mês e “produzir” o dobro é melhor do que um outra que custa 500 e produza 300. Ou seja, não tem nada a ver com a formação.
2. Muitos licenciados pensam que o diploma lhes dá um estatuto especial. Mas não dá. Uma licenciatura é apenas uma “licença” para trabalhar ou estudar autonomamente numa determinada área do conhecimento.
3. Ser licenciado não é, nem pode ser, garantia de emprego na estrita área de formação.

12:47 da tarde  
Blogger João said...

É uma verdade que é uma licença e que alguma humildade ficava bem em muito menino e menina licenciado(a) que por aí anda, mas digo-vos os empresários que por aí andam, Ai Jesus, Ai Jesus, agora percebo...

12:52 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

É preciso fazern um desenho?

5:21 da tarde  
Blogger WALDORF said...

Podes fazer o desenho, desde que não sejas doutorado.
Desculpa lá, mas eu não dou espaço aqui no blogue a quem tem mais habilitações do que eu.

5:46 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Viva os PseudoIntelectuais, VIVA

12:17 da tarde  
Anonymous Zé Cabra said...

O Sindicalismo no seu melhor

9:59 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

That's a great story. Waiting for more. » » »

9:48 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home