sexta-feira, novembro 03, 2006

11 comments:

Blogger 'mega' said...

'irra, pensei que joão amava raimundo que amava joaquim, irmão de teresa que cunninguilava maria... e joão que não era correspondido foi para padre onde encontrou o frei zé que amava o próximo; amava o próximo mas fodia com todos e por isso joão encontrou a felicidade...
afinal eu estava equivocado e não era nada disto...'

9:18 da manhã  
Blogger Animal said...

pois não

9:39 da manhã  
Blogger A mão que escreve said...

afinal é aqui que a TVI vai buscar a inspiração para as suas novelas...

11:10 da manhã  
Blogger 'mega' said...

'é a prova que qualquer um pode ser argumentista de sucexo!! agora era só pegar numa moça boa de garganta (para cantar) e meia dúzia de putos ranhosos que soubessem tocar algum instrumento, vesti-los a todos com roupagem muito retro et voilã, mais uma novela hiper, mega, super, corno, cromo-estúpida'

12:33 da tarde  
Anonymous Fernanda R. said...

Como é que a Sic não se lembrou disto?

1:09 da tarde  
Blogger Eric Blair said...

tão lindo...

4:27 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Casou mas metia os cornos ao J. com a Maria, porque só mais tarde é que veio a descobrir que era fufa.

5:30 da manhã  
Anonymous Xelb said...

Este merece ser ouvido pelo João Villaret. Um espectáculo.

3:20 da tarde  
Blogger Ferros Curtos said...

A Lili era a Caneças ?

Porra que a mulher está em todas ...

6:00 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Só um tonto não percebe que nestas singelas linhas do poema há muito mais argumento que em todas as novelas que passam actualmente.
Quanto à necessidade de se arranjar uma moça que saiba cantar para uma novela ser um sucesso engana-se redondamente. Não é de todo necessário que saiba cantar...

10:58 da manhã  
Anonymous FR said...

Chiuuuuu
Não acordem as moscas.
Já imaginaram se a TVI se lembra de fazer mais umas novelas no genero florimorta com Julia Pinheiro a cantar e assim?
Chiuuuuu
Falem muito baixinho.

4:04 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home