sexta-feira, dezembro 29, 2006

SERVIÇO PÚBLICO MARRETAS II
O ministro da Administração Interna, António Costa, quer saber quantas prostitutas brasileiras estão no nosso país e quem são.
Apóis o finau dji anu, ais mininas devem aprisentar-si na Praça do Comércio, número 1123-802, Lisboa.
WALDORF

7 comments:

Blogger Animal said...

tava convencido que a prostituição era uma coisa ilegal... agora o óme quer recensear as putas? e a seguir? os chulos? os dealers? os gajos do gamanço por esticão?

ah, já percebi: legaliza-se tudo e junta-se essa malta toda na estatística dos ex-desempregados. assim chegamos aos 150.000.000 de novos empregos criados durante a legislatura. espertos os gajos, sissenhôre...

6:30 da tarde  
Blogger luikki said...

que é que o gajo tem a ver com isso?
ser puta não é ilegal....
e putas francesas, espanholas, russas moldavas, checas, inglesas, italianas e aqulas daquele sítio que fica pegado a espanha, não lhe interessam?
será por uma questa~de cor?

7:34 da tarde  
Blogger Animal said...

ahhh! é aquela magia, aquele dengue da mulatinha!....

10:59 da tarde  
Anonymous Rudolph-the-red-nose-reindeer said...

Pois, pois...até já estou a imaginar o dito estudo do perfil...;)

12:47 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Atão não topam que o gajo quer é pô-las a pagar imposto como o Socras fez aos pescadores amadores, aos reformados, aos deficientes, etc.
Quintas

4:26 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

legalizae depois saca o delas qual xulo!









1!

5:23 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

se bem que nunca "tenha ido às putas", sei bem o que é comer uma gaja que conheci há uma hora.
o indiano/preto quer é saber quem há-de comer sem apanhar sida ou um esquentamento!
mais nada!
sim, há mais... no meu tempo não havia sida e um gajo, a seguir, "mijava o esquentamento".

8:33 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home