quarta-feira, julho 04, 2007

FOI VOCÊ QUE PEDIU UMA PROVA DE AGREGAÇÃO?
Desde que concluí o curso, assisti talvez a três provas públicas em Direito. Tinham todas um elevado grau de exigência e de hostilidade. Mas o que me impressionou foi a latitude com que os arguentes fazem considerações estranhas ao mérito académico. Ouvi mesmo um deles em inaceitáveis graçolas politiqueiras, em vez de discutir questões jurídicas.
É por isso que acredito piamente que um candidato (a qualquer grau ou estatuto) possa ser chumbado ou prejudicado por razões políticas. Os académicos são geralmente uma cáfila da pior espécie, e quando se juntam egos desmedidos e mesquinhices ideológicas, vaidades e vinganças, então a universidade é simplesmente um tribunal arbitrário e injusto.

Pedro, a coisa nem chega bem a ser um tribunal. Os tipos no tribunal ainda disfarçam um bocado, e fazem o possível para que a malta acredite que eles acreditam no que estão a fazer.
ANIMAL

Etiquetas:

10 comments:

Blogger Eric Blair said...

Não é por acaso que as provas de doutoramento antigamente tinham o cognome de "tourada".

4:27 da tarde  
Blogger Eric Blair said...

... entretanto só perderam o nome. É mandar os gajos barrancos fazer uma petição...

4:28 da tarde  
Anonymous ams said...

Não posso estar mais de acordo com o texto subscrito pelo animal. A Universidade está minada com os tiques e sequelas do salazarismo no que esse regime teve de mais repugnante e pegajoso.
Nota 20 para o animal que desta vez escreveu num tom muito mais grave e menos corrosivo do que é normal mas, como sempre, com um olhar muito atento e inteligente para o que se vai passando à nossa volta.
ams

4:46 da tarde  
Blogger Animal said...

pá, num fui eu qiscrevi! foi o Pedro Mexia pá. o gajo é que sabe escrever estas coisas. eu só sou um animal que também já esteve (e pelos vistos vai continuar a estar) metido em touradas destas...

a nota 20 é pró Pedro pá (e eventuais processos por difamação da sacrosanta e intocável imagem da vaca sagrada que é a aKKKademia)

4:53 da tarde  
Blogger Eric Blair said...

Pois, pois, tu num queres é ser saneado com'ós Charruas e companhia.

O Mexia é lá gajo pa escrever coisas destas. Ou é deus que atribui vintes por linhas tortas...

5:10 da tarde  
Blogger Animal said...

também pode ser o tal deus... desde que tenha bons advogados, claro

5:18 da tarde  
Anonymous ams said...

Pois é! Nos tempos que correm vão ser precisos bons advogados. É que não tardará muito e temos aí de volta os famigerados tribunais plenários do tempo do botas.
Quanto à nota...
Seja então um 20 pró Mexia.
Pró animal, que também é gente, vai um 19 por ter trazido o texto até aqui aos marretas!
ams

6:46 da tarde  
Blogger Animal said...

ok, tá melhor. ondé a tesouraria?

9:18 da tarde  
Blogger Anonimo da Silva said...

A agregação sempre foi o local ideal para os ajustes de contas entre personagens desavindas. Entre nós já houve algumas que depois deram origem a debates mais acalorados já fora das salas da arguência e mesmo fora do recinto da Universidade. O sistema das bolas é uma forma fantástica de evitar que quem quer chumbar tenha de declarar porque o faz. O sistema ideal para o cobarde.

10:40 da manhã  
Anonymous Rudolph-the-red-nose-reindeer said...

Com o fim do sistema das bolas pretas sem justificação vamos ver quantos é que vão ter os ditos no sítio para dizer que chumbam o candidato simplesmente porque lhes apetece. Já não era sem tempo!

11:52 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home