sexta-feira, setembro 21, 2007

11 comments:

Anonymous Anónimo said...

Não sei quem é o novo "cobrador de impostos" mas para o presidente do sindicato, o director geral terá que ser um burocrata que perceba tudo sobre papeladas para entreter os funcionários da DGCI.
Não interessa se irá fazer um bom combate á fraude e evasão fical.
Interessa que defenda os funcionários da DGCI e perceba de papeis. O resto parece que é pouco importante
Jofer

4:06 da tarde  
Anonymous All-facinha said...

Estão mexendo no meu bolso...
.

4:17 da tarde  
Anonymous fin said...

Jofer, diga cá uma coisa, aqui entre nós que ninguém ouve: você não percebe mesmo nadinha de impostos nem faz a menor ideia de como funciona a "máquina" fiscal, confesse.
Diga-me também outra coisa, se o homem é presidente do sindicato dos trabalhadores dos impostos devia expressar preocupação com o milho transgénico, as radiações dos telemóveis, as mamas da Elsa Raposo, ou quê ?

Acrescento que este presidente até é muito meigo, especialmente para socialistas.

6:22 da tarde  
Blogger António de Almeida said...

Jobs for the boys, falta menos 1 para a meta dos 150.000!

8:24 da tarde  
Blogger Kruzes Kanhoto said...

Será que também entra no "carrocel"?!

9:44 da tarde  
Anonymous Repórter radialista said...

Isto é do caraças, sôres óvintes!

10:03 da tarde  
Blogger LH said...

.... sempre podes propor uma taxa sobre o não aplicado na isenção de impostos do material escolar vendido nas papelarias das escolas públicas, acrescido de juros de compensação fiscal da imposição contributória sujeita ao limite negociável proposto nas tributações derivadas!

10:11 da tarde  
Blogger WALDORF said...

... ou sugerir a compra de quadros pintados pelos alunos nas aulas de EVT. São infinitamente mais baratos do que os quadros vendidos em galerias!

11:17 da manhã  
Blogger LH said...

...pois, vou sugerir isso mesmo ao Joe (fuck 'em).... agora que é dono do CCB talvez queira expandir os seus horizontes e promover o ensino artístico nas escolas... aproveitando o apoio do Ministério da Educação para a aquisição de material, a atitude missionária dos professores... pois....
...de qualquer modo, nas inúmeras exposições de trabalhos de EVT que se fazem pelo país, há pouco retorno....a malta ainda prefere comprar nas galerias a artistas com mais de 14 anos....

12:20 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

fin disse...
Meu Caro
Começo por dizer que não sou socialista, embora me identifique com algumas das mudanças políticas deste governo.
Confesso que no que toca a impostos, o que entendo é que cada vez pago mais para sustentar as burocracias que se foram criando ao longo dos anos afim de garantir a colocação dos boys dos três partidos que nos têm governado nos ultimos 33 anos.
Já a Manelinha dizia quando foi ministra das finanças que havia serviços do estado a trabalhar para sustentar o mesmo estado.
É uma espécie de pescadinha de rabo na boca.
Quanto ao senhor do sindicato dos trabalhadores das finanças, pela peça que foi trasmitida pelos meios de comunicação. a grande preocupação dele foi direccionada apenas para os direitos dos funcionários da DGCI.
É o papel dele. Pela parte que me toca, gostaria de o ouvir dizer: o que pode fazer o sindicato para que se pague menos impostos?
Já agora meu amigo diga-nos cá uma coisa. Pela forma como comentou o meu post, leva-me a crer que você é um desses burocratas que vive á custa dos contribuintes pagantes.

Tenho dito.
Jofer

10:41 da manhã  
Anonymous fr said...

é a nossa faceta de "Velhos do Restelo"
Quando muitos não pagavam impostos porque simplesmente o estado não cobrava ou não fiscalizava é que é bom. antigamente é que estavamos bem.
simseramente não há pachorra.

3:15 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home