quinta-feira, abril 17, 2008

AH BOLONHA........



Anunciamos o próximo lançamento de estudos de terceiro ciclo (doutoramento) em rega gota a gota e pós-doc em sistemas hidráulicos pós-modernos para rega de greens por aspersão.
ANIMAL

ando a trocar cromos com o anarca constipado

Etiquetas:

11 comments:

Blogger Eric Blair said...

Finalmente, a erva no lugar que merece!

10:48 da manhã  
Blogger Francis said...

ahahahahahahahahahahahahah

12:14 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

e para quando mestrado na rega de campos de futebol? que falta de visão da malta da universidade!

4:44 da tarde  
Blogger Animal said...

a minha senhora acabou de me dizer que precisa de um regador para a manutenção do Bonsai. precisará de se matricular no mestrado? ou candidata-se aos maiores de 23?

6:52 da tarde  
Blogger PDuarte said...

O aluno que pretenda ser Mestre neste curso, pode e deve estar-se a borrifar para a coisa.

7:43 da tarde  
Blogger Vicente said...

Os comentários são divertidos, mas não se deixem escorregar para aquele esteriótipo muito "salazarento" do jardineiro analfabeto e de chapéu na mão.
Projectar e manter, técnica e ambientalmente um campo de golfe, pode ser mais complexo do que projectar uma ponte ou um edifício.

8:51 da manhã  
Anonymous Fónix said...

Olhó que chove!

9:15 da manhã  
Blogger Afectos said...

não acredito.o país não é assim tão cromo.

9:35 da manhã  
Anonymous MJMatos said...

Não esquecer o mestrado de banda larguíssima (em comparação) da FCUL: "Gestão integrada de relvados desportivos e ornamentais" (campos de golfe incuídos). Um dia destes, um jardineiro vai MESMO reclamar uma equivalência a mestrado!

2:29 da manhã  
OpenID cadete said...

Caro mjmatos,

Antes de mais obrigado por mencionar o mestrado em Gestão Integrada de Relvados Desportivos e Ornamentais (GIRDO). Ia fazê-lo para responder ao anónimo das 4:44, mas assim fica já a introdução feita.

Dito isto, queria defender o dito mestrado. Não é a minha área de eleição, licenciei-me em Biologia Molecular e Genética na FCUL e estou este ano no mestrado de Tecnologias da Informação e Comunicação Aplicadas às Ciências Biológicas e Médicas (Informática Biomédica para os amigos), mas julgo estar dentro do assunto o suficiente.

O GIRDO não é um curso de jardinagem. É um curso onde será ensinado fisiologia vegetal, fitopatologia, hidrologia e outras áreas do conhecimento que permitem uma gestão integrada de relvados. É neste gestão integrada que está o cerne da questão. O objectivo é minimizar os gastos de manutenção, e aqui não me refiro só a dinheiro, mas também a menor gastos de água e menor uso de pesticidas. Dado o grande crescimento de campos de golfe e afins, não lhe parece correcto que, a serem construídos, que sejam cuidados por alguém que está treinado e sabe como diminuir o seu impacto? Que sabe que na região onde está a plantar deve utilizar uma relva C4 e não C3, que não inunda o campo de pesticidas de fungicidas quando a causa da doença são nemátodes?

Não estou a dizer que só as pessoas que frequentarem este mestrado é que estão habilitadas a serem green-keepers (ou o equivalente para campos de futebol), mas parece-me inegavél que este nicho existe.

Cumprimentos,
Filipe Cadete

12:13 da tarde  
Blogger aurora said...

E eu que tenho um relvado C salve-se quem puder (vulgo matagal...) no jardim que hei-de fazer? Heim? Só coisasquematormentam...

1:33 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home