terça-feira, julho 15, 2008

ESTOU HESITANTE
entre dedicar-me à pesca com rede e tentar apanhar um peixinho destes

ou ler uma dissertação de doutoramento que tenho aqui à frente.
ANIMAL

Etiquetas:

21 comments:

Blogger Animal said...

bem, são 4 da matina e deixei-me convencer pelos nobres princípios do dever e acabei de ler a coisa. agora vou ver se durmo e se sonho com o peixinho da fotografia. um sonho húmido, como se diz...


mas com a minha pontaria, sou gajo pra sonhar que um gajo da polícia marítima me vem pedir a licença de pesca.....

4:13 da manhã  
Blogger Vitrinho said...

Definitivamente

10:21 da manhã  
Blogger Vitrinho said...

Definitivamente o melhor deve ser a ler essa tese. Ao preço que está o gasoleo não vai ser fácil ir a pesca.

Boa sorte...

10:25 da manhã  
Blogger Animal said...

ah não... se for, vou de barco a remos pá

10:43 da manhã  
Blogger Karocha said...

Bolas animal uma tese de doutoramento,com este calor!
Um bom livro,um bom filme,ou então ter um ataque de parvoíce e estar a discutir, Religião com uma cambada de dogmáticos no Portugal dos Pequeninos!
De vez em quando dão-me estas deve ser do calor!
O Francis passou-se ????

10:46 da manhã  
Blogger Animal said...

num sei, mas se escreveu uma tese de doutoramento de certezinha que se passou. é uma lei universal e das poucas que não admitem excepções.

tese escrita=mioleira derretida

11:04 da manhã  
Blogger JR said...

Mas a tese não é sobre a "arte da pesca sem rede"?

11:59 da manhã  
Blogger Afectos said...

Tenho um adereço parecido mas mais vestido. De qualquer maneira animal como dizia o que sabia «há mar e mar...»

3:45 da tarde  
Anonymous Seca Adegas said...

em tempos de crise meus amigos, olha vê-se de tudo até Strip no metro... e digam lá que ñ é boa ideia?

http://www.reuters.com/news/video?videoId=86246&newsChannel=oddlyEnoughNews

5:35 da tarde  
Blogger Karocha said...

LOOOOLLLLLLLLLL

6:18 da tarde  
Blogger Eric Blair said...

se não fores o arguente principal, marimba-te prá tese. Fazes o que é da praxe: lês a introdução, o índice e as conclusões e passas os olhos pela bibliografia. Depois, voltas ao princípio e folheias toda a tese à velocidade de 3 folhas por segundo.
Garanto-te que assim fazes melhor figura que o próprio orientador.

ps.(r) é claro que se fores o orientador limita-te a ler os agradecimentos.

7:48 da tarde  
Anonymous Rudolph-the-rednose-reindeer said...

Ó Animal, antes ler teses que escrevê-las...:)Há que contribuir para a felicidade estatística do Ti Mariano. :P

7:52 da tarde  
Blogger Animal said...

preferia ler a Filosofia de Alcova ou outra coisa igualmente interessante. até podia ser a Caras pá, tou por tudo...... fónix, que tédiooooooooo.......

8:42 da tarde  
Blogger Karocha said...

Vou-te contar um segredo Animal, também estou a fazer uma tese de Doutoramento, só que é sobre a minha vida!
Que achas escrevo a tese ou um livro?

10:04 da tarde  
Blogger Animal said...

faz um filme pá.

12:29 da manhã  
Blogger Karocha said...

Um filme animal, se só tu realizasses pra dar cabo desta choldra e o nossos filhos terem uma vida decente!
Tou lixada hoje! :-(

11:31 da tarde  
Blogger aurora said...

Também tou a pensar em escrever a tese de doutoramento: Aspectos epistemológicos da muce no Portugal profundo: contributos ecuménicos...

7:04 da manhã  
Anonymous João Sousa said...

O problema destas redes é que ainda temos a ASAE atrás de nós para verificar se o espaço das malhas está conforme a lei.

10:30 da manhã  
Anonymous abébia said...

e o pior é que se a Autoridade de Segurança Alimentar e Economica te apanha ficas sem licença de pesca pelo menos por 6 meses..já imaginaram 6 longos e penosos meses sem pescar peixinhos destes?

3:28 da tarde  
Blogger Karocha said...

Eu tbém tenho uma rede dessa em t-shirt e o meu problema não é a ASAE, são os meus filhos! :-))))

6:24 da tarde  
Anonymous Rudolph-the-rednose-reindeer said...

Madame Órora, pode contar comigo para fazer o controlo de qualidade da muçe. Vai ver que, com o meu contributo, a tese será aprovada cum laude...:)

6:31 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home