quarta-feira, agosto 27, 2008

RECORDAÇÕES DAS FÉRIAS

Aquela torre é um espectáculo, não é?
WALDORF

Etiquetas:

27 comments:

Blogger azul-clarinho said...

Xiiiiiii já tou a ver duas torres hic

12:02 da tarde  
Blogger Afectos said...

eu cá deste lado acho que a fotografia está um bocadinho desfocada. estou em crer que foi um click (in)voluntário do fotógrafo.
bom retorno.

2:45 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

É na alemanha, n é? a torre....

2:54 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

É na alemanha, n é? a torre....

2:55 da tarde  
Blogger MonsterMars said...

http://monstermars.blogspot.com/

5:41 da tarde  
Blogger Karocha said...

waldorf
Bem aparecido :-)
Já viste o que fizeram ao pduarte?

10:57 da tarde  
Blogger 'mega' said...

'qual torre??!!...'

9:51 da manhã  
Anonymous Anónimo said...

Não me lixem.
Aquelas mamas não são verdadeiras.

12:16 da tarde  
Blogger WALDORF said...

Não, Karocha.
O quê?

4:26 da tarde  
Blogger Karocha said...

Um anónimozeco fez queixa à google e puseram-lhe o blog com aquela merda dos conteúdos !
Censura!...
Eu cá já disse tudo, depois da merda que me fizeram, só se me derem um tiro!!!!!!!

4:36 da tarde  
Blogger Enigma said...

É a madame Waldorf?

8:18 da tarde  
Blogger Bartolomeu said...

Se a foto foi obtida num país àrabe, aquela torre tem a designação de minarete.

1:28 da tarde  
Blogger Dilemas&Chocolate said...

Creio que o fotografo se distraiu um pouco a fotografar...

6:17 da tarde  
Blogger Dilemas&Chocolate said...

...e acabou por dar relevância ao objecto errado



Alguém tem uma lupa, para se ver melhor a torre???

6:18 da tarde  
Anonymous impressionável said...

Aposto que a maioria de vocês são homens, e por isso só tiveram sensibilidade pa reparar na torre. Eu sou mulher (sensibilidade geneticamente mais apurada e sentidos mais desenvolvidos, incluindo a visão) e consegui reparar e voltar a reparar nas 'mamocas' da miúda. Ainda estou impressionada...vocês(rapazes)não imaginam o transtorno que um peso destes pode causar. Será como transportar todos os dias, todas as horas, minutos e segundos, uma mochila com 100 quilos ao peito. Chego a achar que é uma montagem...Bolas, continuo impressionada. E já agora: a torre onde é que está?

3:05 da manhã  
Blogger Bartolomeu said...

Enganas-te "impressionável", precisamente por nos preocuparmos (nós homens) com esse incómodo que referes, é que, sempre que nos deparamos com um "sofrimento" daqueles, nos declaramos imediatamente disponíveis para ajudar a suportar-lhes o peso. Aliás, de tão solidários (nós homens) até complementamos essa ajuda com beijos e chupões, sempre na mais pura intenção de lhes minimizar a dor e de eventualmente, conseguirmos (nós homens) extraír-lhes à chupadela, alguma massa que esteja a mais. O que nunca acontece, apesar dos esforços continuados.
Mas pronto, somos assim (nós os homens) e contra isso, não mais nada a fazer, nascemos deste modo, solidários, altruístas (nós os homens).

10:06 da manhã  
Blogger Karocha said...

A impressionável tem razão e deve ter problemas na coluna!
Mas vocês homens gostam :-)

1:51 da tarde  
Blogger Afectos said...

karocha e quem vai ser obrigado a ler
acho que não é uma questão de gosto é apenas uma questão de afirmação máscula. falta de verdade ou apenas um regresso à infância.

9:26 da tarde  
Anonymous capitolina said...

Tadinha, mal pode ousar virar-se pra ver a tal torre...
E olhem o ar de sofrimento da pikena!
Ah! Os homens... como eles são solidários nestes casos...

11:08 da tarde  
Anonymous impressionável said...

"Regresso à infância" para explicar o fascínio masculino por hiper-mamocas é de facto uma argumentação razoável...Porém, neste caso em concreto (uma vez que continuo impressionada), especulo sobre o que pensará um bebé perante tal cenário...
1. Ficará traumatizado,e para sempre com a mania das grandezas?
2. Achará que ganhou o euromamalhões?
3. Criará outra lírica das mamonas assassinas?
4.Virá a ser fundador do Movimento Contra o Desperdício (MCD)?
5. Ou quando adulto jamais conseguirá beber vinho em copos normais optando sempre pelos garrafões de cinco litros?
...;)

11:27 da tarde  
Blogger Aves Raras said...

Nós, homens, temos de facto outro tipo de sensibilidade. E bastante mais rigor, ao que parece.
Homem algum compararia aquele par de mamas a uma mochila de 100 quilos. A menos que agora se façam implantes em chumbo...

12:39 da tarde  
Anonymous impressionável said...

aves raras, com toda a cordialidade, é preciso lembrar que 100 quilos de chumbo ou 100 quilos de algodão são precisamente a mesma coisa ;)o volume é que poderá ser diferente, mas o 'pesito' é o mesmo...'penso eu de que'...

2:43 da tarde  
Blogger aviador said...

É.. é.

Mas eu devo ter bebido demais.

Vejo DUAS!

11:13 da tarde  
Blogger Aves Raras said...

Obrigado, impressionável, pela tentativa de ajuda. Valeu o esforço, porque de facto 100 kgs de chumbo e 100 kgs de algodão não são a mesma coisa, como sugere. A única semelhança é que pesam o mesmo.

Quanto às torres gémeas da figura, independentemente do rácio entre carninha da boa e silicone, é certo que constituem uma mochila de 100 kgs. Se assim fosse, pela lei da gravidade, a senhora cairia para a frente (sem que no entanto chegasse a bater com a cara no chão).

2:02 da manhã  
Anonymous impressionável said...

aves raras, esforcei-me não foi?! :)Mas definitivamente 'teorias de pesos' não são a minha especialidade...é tudo a olho, como quando se faz um bolo.

2:11 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

tudo a olhari para a torre...e atão a patita de camelo...unmm ,bem a de verdade nem sa bê muito bem...
ass-promecanito

1:57 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

se o objectivo é a torre, porque é que não tiraram a foto à torre, em vez da miúda das mamas???

11:06 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home