sábado, novembro 29, 2008

7 comments:

Anonymous fónix said...

Ninguém, mas nínguém mesmo, estava à espera...

"Polícia Judiciária (PJ) foi afastada das investigações da “Operação Furacão”, porque «houve situações» que obrigaram o Ministério Público (MP) a prescindir dessa colaboração, revelou à TSF e ao DN a procuradora Cândida de Almeida. Em entrevista, a directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) explica também as razões pelas quais o processo não estará concluído até ao final do ano, como tinha previsto o Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro."

1:43 da tarde  
Anonymous fónix said...

Dão-se alvíssaras a quem adivinhar...

Operação Furacão
Associação Sindical quer conhecer motivos do afastamento da PJ (TSF)

Mau Tempo? Alerta laranja? Alerta rosa?

1:51 da tarde  
Blogger Eric Blair said...

E o menino, ficou com dói-dói nas mãozinhas?
(incripeteitede joke)

4:01 da tarde  
Blogger i just can´t get enough said...

Qd era criança apanhava uns tabefes qd me portava mal, e olha não fiquei com marcas nenhumas, até pelo contrário só me fez bem! Esses putos de hoje tem falta de disciplina, e a culpa é dos pais que não têm pulso neles.bj

11:48 da manhã  
Blogger francis said...

e os paizinhos deste animal* o que fizeram ?

*o puto, bem entendido.

11:18 da manhã  
Blogger azul-clarinho said...

Como diria um pxicólogu noço conhessido: é a fase da agreçividade pá paça por çi há que ter paciência com a doce e terna criancinha çenão pode ficar traumatizada pá vida.
E dezemos nós: dava-lhe o trauma ai dava dava!

6:47 da tarde  
Blogger Cão Sarnento said...

Eu sou a favor do uso de tasers de um milhão de volts... em cheio nas nalgas dos paizinhos dos pirralhos!

12:38 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home